terça-feira, 24 de março de 2009

Justiça para todos.

O Supremo Tribunal de Justiça absolveu o estado de indemnizar Jorge Peidos da Costa "o corrupto"em 20 mil euros,revogando um acórdão do Tribunal da Relação do Porto que tinha estipulado naquele valor a reparação do presidente do Futebol corrupto do Porto por ter estado detido durante cerca de duas horas nas instalações judiciais de Gondomar.
Jornal "Público".
Como já vem sendo hábito em Portugal,praticamente nenhum jornal fala desta decisão e então na primeira página,nem pó,se fosse ao contrário ia ser um S.João dos diabos.
Esta dualidade da justiça é que devia ser investigada,os juízes do Porto no que diz respeito ao Pinto corrupto julgam de uma maneira,os juízes fora do circulo do Porto julgam de maneira diferente.
E entretanto,o Juiz Mortágua continua impávido e sereno,sem que nada lhe aconteça,estes juízes que se julgam acima da lei é que me fazem ver,que estamos a anos luz de uma democracia e parafraseando o titulo de um dos grandes filme com o Al Pacino:Justiça para todos.

2 comentários:

gloriosablogosfera.blogspot.com disse...

Saudações Benfiquistas

águia_livre disse...

E não é já um hábito?

Cumpts.
.