segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Onda vermelha.

Mais uma vez,fomos o Pai Natal da União de Leiria,uma receita como não há memória,agora é rezar que joguem para a taça com o Benfica em casa,esta época,caso contrário,o Pai Natal só regressa para a próxima época.
Quanto ao jogo,o problema é que estamos mal habituados,depois de anos a fio,a jogar mal se é que se pode dizer que o Benfica jogava a bola,desde o inicio desta época,que um tal de Jesus
(Jesus,Pai natal,vermelho=será isto uma religião?)começou habituar mal os adeptos do Glorioso,com vitórias atrás de vitórias e ainda por cima com exibições de encher o olho,que no meu caso,ao fim de tantos anos a ver o meu Benfica a jogar um futebol medíocre,até me levou a pensar que estava a sonhar e com medo de acordar e de ver o sonho tornar-se um pesadelo.
O jogo de ontem parece-me que não foi muito bonito de se ver e digo parece-me porque não tive oportunidade de o ver,mas pelos ecos do que ouço e do que li,foi uma vitória da única equipa que lutou por ela e que ao contrário de outros anos,não fomos uma equipa que desiste facilmente e que luta até ao fim,no velho lema de sangue,suor e lágrimas.
Em alguns blogs já li algumas criticas na forma como o Jesus esta a fazer a gestão da equipa e que já há jogadores cansados,casos do Ramires e do Garcia.Se no caso do Brasileiro compreendo,pois anda há um ano a jogar consecutivamente,já no caso do espanhol não concordo,porque se ainda agora começou a liga Europa e já nos estamos a queixar,o que é que vamos dizer,quando chegarmos a Dezembro?
Esta mania que temos de nos lamentarmos,sempre que depois de um jogo europeu a exibição é menos conseguida ,vem logo a cantilena de que os rapazes não podem fazer tantos jogos,porque no fundo é uma questão de profissionalismo.
Os meus amigos percevejos*vieram lamentarem-se que aquilo nunca era grande penalidade em lado algum.Como não tinha visto,a minha defesa possível foi dizer-lhes que primeiro tinha que ver o lance para poder pronunciar-me,mas tendo em atenção que o arbitro era o percevejo Jorge de Sousa,logo lhes disse que era impossível ele ter inventado uma grande penalidade a favor do Glorioso.
Desfeita a minha curiosidade,sou obrigado a concordar com os percevejos,porque aquela é uma típica entrada assassina a modos do Bruto Alves e se ninguém assinala uma falta que seja feita por esse assassino,porque carga de agua,um rapaz chamado Mamadou tem que ser punido?
A única razão que vejo para a marcação da grande penalidade é o facto,do tal percevejo do apito,não ter gostado de ver alguém a imitar o outro assassino,que pelos vistos,é o único que pode ficar impune.
Agora é só esperar pelo começo da palhaçada,passamos a frente dos corruptos,a caminho já vem a cantiga,"estão a ser levados ao colo".

*percevejo-adepto do futebol corrupto do porto,porque se repararem no emblema deles,o que existe não é um dragão em ponto pequeno ,mas sim,um percevejo em ponto grande.

2 comentários:

águia_livre disse...

Só os aziagos dizem que não é penalty. Há contacto físico e a Lei 12 é bem clara.

Foi uma grande vitória do Benfica e o resto é palha que arde sem se ver.

Saudações benfiquistas
.

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/